Desinfecção de ambientes: como se proteger do novo Coronavírus

Desinfecção de ambientes: como se proteger do novo Coronavírus

Promover a correta higienização e desinfecção de ambientes é uma medida essencial para o combate do novo Coronavírus.

Para prevenir o contágio pelo novo Coronavírus algumas atitudes são essenciais, como lavar frequentemente as mãos, evitar tocar o rosto e, sobretudo, praticar o distanciamento social sempre que possível.

No entanto, algumas atitudes, como fazer a correta desinfecção de ambientes, pode passar despercebida.

Preparamos um guia para que você saiba, exatamente, como fazer a desinfecção da sua casa e do seu condomínio, minimizando, assim, o contágio pelo novo vírus.

Quer saber mais como evitar o novo Coronavírus em seu condomínio? Conheça as vantagens da portaria virtual contra o novo Coronavírus

A desinfecção de ambientes é efetiva contra o novo Coronavírus?

A desinfecção de ambientes é efetiva contra o novo Coronavírus?O novo Coronavírus tem o seu comportamento estudado de forma intensa por vários núcleos de pesquisa, por todo o mundo.

Além da corrida por uma forma de vacina que possa nos proteger do novo vírus, há também outras preocupações que guiam os esforços dos cientistas.

Entre elas, talvez a que mais preocupe a forma de transmissão do novo vírus.

De acordo com as informações que temos até o momento, o novo Coronavírus pode sobreviver por algum tempo em superfícies comuns em nossas casas, como plásticos, por exemplo.

Diante disso é que se faz tão necessário e urgente adotar as medidas sanitárias em nosso dia a dia, como, por exemplo, a lavagem cuidadosa de embalagens de produtos que compramos em farmácias e supermercados.

No entanto, estender essas medidas preventivas para toda a nossa casa é tão essencial quanto, uma vez que o vírus tem, dependendo da superfície em que se localiza, um longo período de sobrevida:

  • Em superfícies como inox e plástico, o tempo de sobrevida do vírus é de até três dias;
  • Já em superfícies de papelão, o novo Coronavírus mantém seu potencial contaminante por até um dia;
  • Em superfícies de cobre, apenas por 4 horas;
  • Por fim, em poeira, no máximo por duas horas e meia.

Diante dessas informações, além de reforçar intensamente a lavagem das mãos, é fundamental higienizar também as superfícies em nossa casa, empresa e condomínio, uma vez que, mesmo cumprindo a quarentena, não temos como evitar por muito tempo as compras de comida, de remédios ou delivery.

Com isso, o potencial contaminante aumenta, ainda que dentro de nossa casa, criando uma falsa sensação de segurança.

Por isso, é fundamental que realizemos uma desinfecção cuidadosa dos nossos ambientes de nossa casa.

Essa é uma atitude complementar que pode, juntamente com medidas de distanciamento social, também salvar as nossas vidas.

Como realizar a correta desinfecção de ambientes?

Como realizar a correta desinfecção de ambientes?O novo Coronavírus conta com uma barreira de gordura em sua parte mais externa que pode ser bastante resistente e que requer que a desinfecção de ambientes seja regular.

Uma vez rompida essa barreira, o vírus perde sua viabilidade para infectar seu hospedeiro.

Dessa maneira, é essencial que todos os nossos esforços para higienizar nossa casa sejam destinados para desmontar e inviabilizar a infecção que o novo vírus pode causar.

Assim, diariamente, se faz necessário limpar não só os itens que chegam até nós, em nossas casas, com água e sabão ou com álcool 70% líquido, mas limpar, também, o chão, mesas, móveis e outras superfícies de nossos lares.

Produtos recomendados

A limpeza deve sempre priorizar o uso de produtos desengordurantes, adstringentes e bactericidas para que a desinfecção de ambientes seja feita.

O uso pode ser feito através de pulverização – mais indicado para ambientes empresariais, públicos e de grande circulação – ou mesmo através da velha solução de pano e rodo.

Em casa, podemos utilizar os já conhecidos produtos bactericidas de nossa preferência, como:

  • Álcool;
  • Água sanitária;
  • Desinfetantes como aqueles utilizados em banheiros;
  • Produtos desengordurantes indicados para cozinha;
  • Limpadores com cloro ou com álcool de 70 e 80%;
  • Detergente de louça comum;
  • Sabão para roupas.

Todos esses produtos têm a capacidade de quebrar a cápsula de gordura que protege o material genético do vírus.

Assim, qualquer outro produto que tenha essa mesma capacidade, independente de sua marca, pode também ser utilizado para cuidar do lar e evitar a contaminação.

Terceirização de limpeza e desinfecção de ambientes

Terceirização de limpeza e desinfecção de ambientesA terceirização da limpeza e desinfecção de ambientes é uma boa oportunidade de empresas garantirem a maior segurança dos seus colaboradores e clientes.

Através de pulverizantes é possível garantir que os saneantes entrem em contato com diversas superfícies onde o vírus, conforme vimos, pode ficar alojado.

Os equipamentos geralmente utilizados para que seja feita a aplicação dos produtos saneantes são os nebulizadores, capazes de formar uma nuvem de produtos capazes de eliminar o novo Coronavírus do seu ambiente profissional.

A limpeza também pode ser feita em ambientes externos e ao ar livre, como portarias, sacadas e demais áreas de circulação, sem comprometer a qualidade do serviço prestado.

Regras de prevenção contra o novo Coronavírus

As regras de prevenção contra o novo Coronavírus envolvem uma série de atitudes positivas em relação à nossa própria saúde.

A primeira, e mais fundamental delas, é sempre ficar em casa tanto quanto for possível.

O distanciamento social é a única forma de garantir mais lenta disseminação do vírus e, assim, promovermos o achatamento da curva de contágio e fortalecermos os nossos mecanismos de saúde para atendermos o maior número de pessoas infectadas que for possível.

Para tanto, é fundamental que os cuidados sempre levem em consideração o distanciamento social como prerrogativa, visto que essa é a melhor e principal forma de não nos infectarmos.

Além disso, quando for necessário sair de casa, é fundamental utilizarmos máscaras individuais de proteção, que podem ser facilmente feitas com duas camadas de tecido de algodão.

O uso correto das máscaras de proteção garantem também menor índice de contaminação, principalmente quando associados a boas práticas de distanciamento.

Em filas, é fundamental mantermos sempre pelo menos um metro e meio de distância de outras pessoas, bem como adotar a mesma prática em outros ambientes, como supermercados e farmácias.

Como o novo Coronavírus é contraído, essencialmente, pelo ato de levar as mãos contaminadas ao rosto, é também fundamental manter a sua correta higiene.

Para isso, basta sempre higienizar as mãos com álcool em gel 70% sempre que estiver em algum ambiente externo e sempre evitar levar as mãos ao rosto.

Ainda resta alguma dúvida sobre como fazer a correta higienização e desinfecção de ambientes?

Conheça os nossos serviços terceirizados de limpeza e desinfecção e previna seus colaboradores e clientes do novo Coronavírus!