Escorpiões em condomínios: como evitar e como agir

Algumas dicas que podem ser úteis também para quem estiver passando pelo problema. Escorpião não ataca…Conservadora em BH é Roche Serviços.

Escorpiões em condomínio: como agir

O aparecimento de insetos pode tirar o sono dos moradores, mas hoje vamos te ajudar a evitar escorpiões em condomínios!

Somente em 2018 aconteceram 141,4 mil acidentes com escorpiões em nosso país, segundo dados do Ministério da Saúde.

O envenenamento causado pela picada de um escorpião pode levar uma pessoa à morte e saber o que fazer para evitar que eles surjam é dever de todos aqueles envolvidos na administração de um condomínio.

Quando surgem os escorpiões em condomínios, certamente, são atraídos por encontrar refúgio em entulhos.

No entanto, basta que as temperaturas aumentem para que eles também sejam atraídos para qualquer lugar com umidade e a presença de outros insetos.

Com uma equipe de jardinagem treinada para identificar possíveis focos de insetos em seu condomínio, é possível se livrar de infestações!

Conheça nossos serviços de jardinagem para condomínios e fique de olho em nossas outras dicas para prevenir infestação de escorpiões!

O que fazer quando encontrar escorpiões em condomínios?

Sempre que você encontrar um escorpião é fundamental que alerte seu síndico.

Eles são mais comuns em áreas com entulhos, no jardim e também no playground.

Se encontrar um, não se aproxime, não tente matar e alerte imediatamente também a autoridade de saúde do seu município.

Como evitar escorpiões em condomínios?

Quando surgem os escorpiões em condomínios, geralmente é porque foram atraídos por algum desses fatores:

  • Vegetação densa se acumulando ao redor do condomínio;
  • Acúmulo de dejetos;
  • Presença de outros insetos, como baratas.

Diante disso, para que não haja a infestação de escorpiões, é essencial que se mantenha uma boa rotina de limpeza do condomínio como um todo.

Como os moradores podem ajudar?

Como os moradores podem evitar escorpiões em condomínios

Os moradores podem contribuir com o controle de infestação de insetos mantendo sempre todos os ambientes muito limpos.

Tomar cuidado com a forma com que colocamos o lixo no depósito do condomínio também é essencial, tomando as devidas precauções com sacos rasgados, sobretudo.

Essa atenção se faz necessária, principalmente para que se evite o surgimento de baratas, que são o principal alimento dos escorpiões amarelos.

Medidas de controle

As principais medidas de controle para o aparecimento de escorpiões em condomínios estão relacionadas à limpeza minuciosa das áreas contaminadas.

Isso vale para a retirada de objetos e entulhos acumulados em um ambiente e também para a manutenção do jardim com vegetação rasteira.

No, entanto, quando há a infestação de escorpiões em condomínios é essencial que algumas medidas de barreira também sejam adotadas.

Essas medidas de barreira são simples e podem ser providenciadas facilmente com a instalação de microtela em ralos e bueiros.

Da mesma forma, a microtela também deve ser instalada em áreas de escape de água de tanques, máquinas de lavar e pias, bem como em ralos de banheiro.

Dedetização

A dedetização é outra forma de garantir que a presença de escorpiões em condomínios.

A empresa de dedetização deve ser acionada sempre que os escorpiões aparecerem em grande quantidade em seu condomínio.

Escorpiões podem subir em apartamentos?

Escorpiões em apartamento

Escorpiões podem invadir apartamentos através de pias, ralos e até mesmo pela caixa de luz.

Assim, é essencial que sejam instaladas as barreiras de contenção nesses espaços, através da microtela.

Na porta que dá acesso às áreas comuns do prédio, uma barreira simples pode ser instalada. Geralmente elas são feitas com espuma que veda a parte externa e interna da porta, evitando a passagem de insetos.

É essencial que, se houver uma infestação de escorpiões no condomínio, você contrate imediatamente um serviço de dedetização.

Geralmente, se há infestação em um apartamento, ela acaba por se dissipar em todos os demais.

Se isso estiver acontecendo, os moradores podem fechar um único serviço de dedetização para todo o condomínio.

Escorpião sobe parede?

O escorpião não sobe paredes, necessariamente.

Ele ganha acesso a partes mais superiores de condomínios porque entra por tubulações de água, esgoto e até mesmo por dentro da estrutura do prédio, através dos dutos de energia.

Para isso, é fundamental interromper o acesso desses insetos instalando microtela ou até mesmo silicone líquido na saída de dutos de energia.

Por onde o escorpião entra?

O escorpião tem acesso ao condomínio por meio de bueiros, de entradas de pia e encanamentos de água.

É necessário vedar todas essas saídas de água com microtela, evitando, sempre, que lixo e entulho se acumulem nesses locais.

Orientações em caso de acidentes com escorpião

picada de escorpião em condomínio: o que fazer

Acidentes com escorpiões não são incomuns e, como dissemos, tendem a aumentar nas grandes cidades – e por conseguinte em condomínios – à medida que o habitat natural desses insetos acaba.

Assim, eles acabam por invadir espaços urbanos, sempre em busca de esconderijos, como montes de entulhos e lugares com vegetação mais fechada.

Por conta disso, é essencial evitar que os espaços do seu condomínio e também os do entorno sejam bem cuidados.

O que fazer se for picado

Se houver um acidente com escorpião, que leve à uma picada, é essencial que alguns cuidados sejam tomados imediatamente.

O primeiro deles é lavar, imediatamente, o local da picada com água e sabão.

Na sequência, a vítima da picada deve ser encaminhada para um dos serviços de transporte mais próximos de sua casa, seja uma UPA ou uma UBS.

Se for possível, é importante também que o animal seja capturado e conduzido junto da vítima para o serviço de saúde.

Assim, com a devida identificação do inseto, é possível fazer a aplicação da sorologia adequada.

O que não fazer de forma alguma

Não devemos, nunca e de nenhuma forma nos aproximarmos de escorpiões.

No entanto, caso algum acidente aconteça, é importante que não apliquemos nenhum tipo de pomada ou qualquer remédio caseiro, por mais recomendado que pareça ser.

O mesmo vale para ingerir remédios, sejam eles fármacos ou preparações populares.

Outras recomendações, como fazer um torniquete para interromper a circulação do veneno, perfurar ou mesmo queimar o local da picada são uma péssima ideia, porque podem causar também infecções.

Também é essencial que o local da picada não seja fechado. A concentração da umidade e do calor do corpo pode levar à uma infecção.

Ficou com dúvidas ou quer prevenir o aparecimento de escorpiões no seu condomínio? Contate agora mesmo a Roche!