Condomínio Sustentável: Conheça 3 passos para implementar 

condomínio sustentável

Um condomínio sustentável alinha estratégias e esforços para ter um menor impacto ambiental, gerar menos lixo e participar das cidades de forma mais positiva.

A relação de dominação entre o homem e a natureza existe desde que começamos a caminhar pelo mundo. Nas grandes cidades isso se torna ainda mais evidente: antes, onde árvores e rios existiam, sobram carros e muito, muito asfalto.

A ideia de ser sustentável surge a partir da nossa forma de ocupação das cidades e, justamente, da dominação da natureza e pretende-se como formulação mais positiva dessa relação.

A sustentabilidade pretende criar formas, justamente, de diminuir o impacto que a nossa ocupação causa.

Seja gerando menos lixo, observando formas de coexistência pacífica ou, até mesmo, replantando árvores nativas, podemos ter uma redução do impacto que a nossa presença causa.

Assim, minimizar o impacto ambiental, a geração de lixo, o consumo de água e outros recursos naturais é uma forma de garantirmos vida na terra, além de mais bem estar.

Quer saber como tornar seu condomínio sustentável? Conheça três atitudes sustentáveis para começar a aplicar em sua gestão!

1. Condomínio sustentável usa água com responsabilidade

O uso da água é um dos maiores problemas da maioria dos condomínios.

Em um condomínio sustentável, as estratégias para melhor utilização da água também esbarram em soluções para o consumo. Sobretudo naqueles condomínios em que o rateio é necessário, por ter hidrômetro único.

Fazendo a opção pela instalação de hidrômetros individuais, conseguimos rapidamente uma economia de, em média, 17% somente no primeiro ano.

Assim, o investimento feito pode ser recuperado rapidamente e, além disso, representa um recurso importante para, até mesmo, valorizar o condomínio.

Como reduzir o consumo de água em um condomínio sustentável?

Para diminuir a conta de água e ainda tornar o condomínio sustentável, comece por reduzir o consumo de água.

Isso pode ser feito a partir de um sistema que faça a captação da água da chuva, o que pode ser utilizado para a limpeza, por exemplo, das áreas comuns.

Outra necessidade é de sempre fazer a manutenção de encanamentos, de forma preventiva.

Isso garante que desperdícios de recursos naturais e financeiros sejam evitados, somente por prevermos a necessidade de fazer a substituição de encanamentos antes que estraguem.O que, por sua vez, já garante uma economia a longo prazo, além de poupar recursos naturais essenciais.

Outra forma de fazer isso e tornar o condomínio sustentável envolve instalar equipamentos que podem reduzir o consumo de água.

Eles são armazenadores de água, redutores de vazão, dispositivos aeradores e outras inovações tecnológicas de custo relativamente baixo.

Promover campanhas que conscientizem sobre a importância de reduzir o consumo de água é uma boa estratégia para tornar o condomínio sustentável.

Quer poupar mais água no seu jardim? Conheça o melhor serviço de jardinagem: sem desperdício de água e com o melhor em técnicas!

redução no uso de água no jardim
Para tornar o condomínio sustentável, comece por reduzir o consumo de água.

2. Reduza o consumo de energia elétrica

Reduzir o consumo de energia elétrica não contribui só com a redução da conta, mas com tornar o condomínio sustentável.

E, no Brasil, onde a geração de energia elétrica é primordialmente feita através da utilização de recursos hídricos, quando nós poupamos energia também reduzimos o consumo de água.

Para tanto, algumas ações podem ser conduzidas para tornar o condomínio sustentável e ainda reduzir a conta.

Como reduzir o consumo de energia elétrica em um condomínio sustentável?

A primeira consiste em fazer a substituição do tipo de lâmpada que utilizamos nas áreas comuns. As lâmpadas LED podem reduzir de 70 a 80% a conta de energia, em relação à uma lâmpada comum, incandescente.

Isso representa uma grande economia também dos recursos hídricos.

Caminhando com essa redução, temos também a opção de fazer a instalação dos chamados telhados verdes. Além de agregar muito valor ao condomínio em si, eles têm o poder de reduzir a conta de energia de uma forma muito positiva.

Isso porque reduzem a temperatura nos interiores do condomínio, o que faz, por sua vez, com que haja uma grande redução de energia, sobretudo reduzindo o gasto com ar condicionado.

condomínio sustentável energia elétrica
Reduzir o consumo de energia elétrica ajuda a tornar o condomínio sustentável.

3. Implemente melhor gestão de resíduos para ter um condomínio sustentável

Em um único ano estima-se que o brasileiro possa produzir cerca de 383 kg de lixo e parte disso acontece em nossas casas.

Considerando um condomínio com 30 apartamentos e com três pessoas em cada imóvel, são 34 mil quilos de lixo produzido em um único ano.

Implementar a seleção de recicláveis e firmar parcerias com cooperativas de reciclagem pode já reduzir esse impacto ambiental.

Fazer a destinação correta de óleo de cozinha, de baterias e lixo eletrônico, também pode, por sua vez, contribuir positivamente com o meio ambiente.

Isso porque, quando pensamos em óleo de cozinha, um único litro de óleo compromete um milhão de litros de água.

E quando fazemos a destinação correta desse óleo usado, seja a partir de cooperativas ou mesmo de iniciativa da própria prefeitura, tornamos nosso condomínio sustentável.

Como melhorar a gestão de resíduos em um condomínio sustentável?

Para poder implementar essa iniciativa é necessário elaborar uma campanha educativa, que conscientize sobre a importância de fazer a separação correta do lixo.

Isso pode ser feito através de cartazes já impressos em papel reciclado ou até mesmo durante as assembleias de moradores. Assim, através de campanhas educativas, é possível mudar hábitos de consumo e de utilização de recursos naturais em seu condomínio.

gestão de resíduos condomínio sustentável
Implemente melhor gestão de resíduos para ter um condomínio sustentável

Conclusão

Essas práticas não contribuem só com o condomínio sustentável como, sobretudo, mantém boas práticas em relação à preservação do meio ambiente.

Isso, por sua vez, cria uma cultura de maior conscientização de recursos naturais, além de criar também um ambiente de maior senso de participação comunitária.

Com a ajuda da Roche é possível descobrir outras formas e recursos para a melhor administração de condomínios sustentáveis.

Fale com nossos consultores e descubra o que podemos fazer para que seu condomínio seja ainda melhor!