Individualização de água em condomínios: o que é e como funciona?

individualização de água em condomínio

A individualização de água é uma das maneiras mais eficientes de controlar o consumo individual, bem como a melhor forma de tornar mais racional a utilização.

Já é lei: a partir de 2021, todos os prédios novos deverão contar com a água já individualizada para seus futuros moradores.

No entanto, enquanto para os condomínios já estabelecidos, a individualização da água continua sendo um desafio para as gestões.

Hoje você pode esclarecer todas as suas dúvidas a respeito da individualização de água, seus aspectos legais e todas as suas vantagens!

O que é a individualização de água em condomínios?

O que é a individualização da água em condomínios?A individualização de água é uma forma de levar mais controle para as finanças do condomínio.

Além disso, a individualização de água também possibilita a cada unidade maior controle sobre o seu próprio consumo.

Dessa forma, é possível fazer um melhor planejamento financeiro, economizando sempre que for necessário.

A individualização é feita através da instalação de hidrômetros individuais e da aferição cíclica do consumo da água.

Assim, cada unidade tem sua fatura, sua conta individualizada e encerra-se, assim, a necessidade de fazer o rateio de fatura.

É justamente contra o rateio – e toda a dor de cabeça que isso pode gerar – que a individualização de água é ainda mais benéfica.

O que diz a legislação brasileira sobre a individualização de água?

A legislação que trata a individualização da água como obrigatória foi sancionada em 2016 pelo então presidente Michel Temer, através da Lei número 13.312 .

A determinação é que até 2021 todos os novos condomínios tenham, nativamente, o hidrômetro individualizado instalado no momento da entrega da construção.

No entanto, alguns Estados também já contam com legislação própria sobre os hidrômetros individuais para cada unidade de um condomínio.

Por exemplo, em Pernambuco a legislação que confere como obrigatória a entrega de novos empreendimentos com hidrômetro individualizado já vigora desde 2004.

Locais como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Campinas, Distrito Federal e Aracaju também já contam com legislação específica.

Quais as vantagens da implementação de leitura de água por apartamento?

Com a implementação de hidrômetros individualizados é possível assumir o controle sobre o orçamento doméstico.

Através do controle do consumo de água feito em cada lar, conseguimos perceber um impacto positivo na conta de água.

Quando o hidrômetro não é individualizado, o mesmo não ocorre.

Não basta que cada domicílio tenha um consumo inteligente da água para que a conta diminua. Assim, todos pagam a mesma quantia, independente do seu hábito de consumo.

E quais as desvantagens?

Se o seu condomínio for antigo, a individualização pode significar um grande gasto e, simplesmente, não valer a pena.

Como os prédios eram construídos de formas diferentes antigamente, o valor da obra para a individualização pode inviabilizar a decisão.

Por conta também da tubulação, pode ser necessário fazer uma reforma ainda mais ampla, que envolva a troca de todo o encanamento.

Assim, por melhor e mais vantajosa que seja a decisão, a implementação pode ser muito cara.

Como funciona a leitura em condomínios sem individualização da água?

Como funciona a leitura em condomínios sem individualização da água?

Geralmente, a leitura dos hidrômetros é feita pela companhia responsável pela gestão de águas e esgotos da sua cidade.

No entanto, a leitura é feita de um único hidrômetro, com uma fatura ainda unificada para o condomínio.

Assim, para que seja feita a completa individualização da conta de água, é também necessário que seja feita a contratação de uma empresa responsável por ler cada hidrômetro especificamente.

Embora isso signifique um custo a mais, é necessário que os moradores tenham a total clareza da benfeitoria que isso significa para os seus imóveis.

E, de forma particular, como isso traz mais transparência e segurança para o condomínio como um todo.

A individualização de água precisa de aprovação em assembleia condominial?

A individualização de água deve ser votada em uma assembleia de condomínio para que possa ser implementada.

Assim, para que seja feita a benfeitoria, o síndico deve convocar uma assembleia cuja pauta seja a individualização.

A votação, uma vez convocada, pode variar conforme o entendimento que o condomínio tenha a respeito da obra.

Se ela for tipificada como uma obra necessária, a maioria simples pode decidir pela aprovação.

No entanto, se ela for considerada apenas como uma obra útil, é necessário que a maioria dos condôminos votem pela aprovação.

Se, contudo, a convenção do condomínio tiver alguma previsão a respeito da obra, ela deve ser seguida de forma independente da interpretação da assembleia.

Como implementar a leitura individual de água?

Como implementar a leitura individual de água?

A leitura dos hidrômetros individualizados deve ser feita por uma empresa contratada pelo condomínio.

O valor em si da leitura pode ser acoplado, inclusive, à conta.

É importante que a administradora tome alguns cuidados, no entanto.

Deixar a cargo da empresa que realizará a instalação dos hidrômetros individualizados também a leitura pode ser imprudente.

E, ainda que os valores sejam atraentes, é necessário, sempre, saber exatamente de que forma os dados dos condôminos são utilizados, qual a frequência da medição e se os valores são condizentes com a capacidade do condomínio.

Conclusão

A individualização de água é uma benfeitoria essencial para a qualidade de vida dos moradores de um condomínio.

A utilização da água de forma racional, de forma adequada para cada unidade consumidora é uma das principais vantagens da individualização da água.

Através dela é possível que se faça não só o controle econômico por parte de cada unidade, que pagará por seu consumo individualmente, mas também traz mais comodidade para o condomínio.

O condomínio em si, uma vez instaurado o sistema de hidrômetros unificados, é desobrigado do rateio do consumo de água, o que causa grande divergência entre os moradores.

No entanto, como trabalho ainda constante, é de sua conta que seja feita a medição periódica dos hidrômetros individualizados, bem como é de sua responsabilidade o acompanhamento da construção ou obra para a instalação.

A Roche é uma das grandes parceiras do condomínio na hora de fazer a individualização da conta de água e da instalação de hidrômetros individualizados.

Seja lá qual for o seu projeto, nós prestamos a consultoria devida para que seu projeto seja colocado em prática! Fale agora conosco!