Manutenção de elevadores: saiba como garantir a segurança

manutenção de elevadores

Fazer a manutenção de elevadores de forma regular é uma garantia de segurança para o seu condomínio e seus moradores.

A manutenção de elevadores é um assunto sério e fazê-la corretamente garante mais segurança para os condôminos e seu prédio.

Conhecer todos os critérios e etapas da manutenção de elevadores torna mais segura a escolha pela empresa que irá realizar o serviço em seu condomínio.

Hoje você conhecerá tudo sobre a manutenção de elevadores e estará pronto para fazer uma melhor escolha na hora de contratar a empresa de reparos e vistoria!

Aprenda a fazer a correta limpeza de fachada e zele pelo seu condomínio!

Como é feita a manutenção de elevadores

A importância de realizar a manutenção preventiva de elevadores

A manutenção de elevadores prediais é um processo que exige bastante cuidado por parte do técnico e da administradora do condomínio.

Da parte da administradora do condomínio, é essencial que alguns cuidados sejam tomados na hora de contratar uma empresa que irá fazer a manutenção do equipamento.

É essencial certificar-se de que a empresa conta com um engenheiro mecânico em seu corpo de funcionários, bem como todos os documentos que acusam a legalidade da prestadora de serviços.

Já em relação ao trabalho que deve ser realizado pelo técnico responsável pela manutenção, os cuidados estão relacionados à atenção que deve ser dedicada a cada etapa do serviço, que deve:

  • Corrigir falhas operacionais dos sistemas do elevador;
  • Identificar problemas que podem surgir com peças que devem ser substituídas;
  • Fazer a troca de peças ou o reparo delas.

Com a manutenção, o seu principal objetivo é garantir que o elevador funcione de maneira adequada, bem como ofereça segurança aos seus usuários.

Assim, é essencial que todo o trabalho do técnico seja acompanhado a fim de assegurar que a manutenção preventiva seja realizada adequadamente.

Existe uma lei de manutenção de elevadores?

A manutenção de elevadores é um serviço orientado pela ABNT 16083:2012 e quando realizada de maneira adequada pode reduzir em até 70% o risco de acidentes com o equipamento.

No entanto, apesar da norma técnica existir e orientar todo o serviço que mantém a qualidade e a segurança com o equipamento, ela não tem força de lei.

A legislação que determina a frequência da manutenção de elevadores de carga e de pessoas é de responsabilidade de cada município e é necessário, portanto, que a administradora ou o síndico busque amparo legal em sua legislação.

Em São Paulo, a instalação e manutenção de elevadores está amparada pela Lei n.º 10.348, de 1987.

Segundo ela, todos os elevadores instalados no município devem ter um alvará de funcionamento, bem como uma empresa que faça a manutenção do equipamento, que deve ser credenciada ao CREA.

Porém, cada lugar do país pode ter suas próprias regras quanto a isso.

Manutenção de elevadores: periodicidade recomendada

Além do aparato legal que determina a frequência de realização de manutenção nesses equipamentos, é também preciso observar atentamente a recomendação do fabricante do elevador.

Alguns fabricantes recomendam a vistoria mensal dos elevadores, realizada por técnicos credenciados.

Com essa periodicidade, é possível fazer ajustes necessários para garantir o bom funcionamento do elevador.

Além disso, também é possível prevenir acidentes causados por peças desgastadas ou desajustadas, que podem ser identificadas previamente.

Além da vistoria mensal, recomenda-se também que sejam feitas vistorias completas a cada ano, ou de acordo com as recomendações do fabricante.

Quanto custa a manutenção de um elevador?

O valor de cada manutenção varia bastante de acordo com a localidade em que os elevadores estão instalados.

Além disso, outros fatores também impactam diretamente sobre o valor da manutenção:

  • Número de andares do prédio;
  • Quantidade de elevadores;
  • Idade do elevador;
  • Modelo do equipamento.

No entanto, vale lembrar: o valor de cada vistoria depende exclusivamente do que é feito em cada visita.

É importante frisar que algumas vistorias exigem, também, a substituição ou o reparo de peças.

Quando isso ocorre, aumenta também o valor da manutenção.

Quem deve pagar pela manutenção de elevadores?

A vistoria e manutenção desses equipamentos deve ser paga pelos moradores do condomínio, não pelos proprietários.

Embora seja uma questão que pode gerar muitas dúvidas, é necessário lembrar que esses equipamentos de uso coletivo fazem parte do condomínio.

Assim, quando um imóvel é alugado, é entendido que o novo morador desfrutará dessas benfeitorias e das instalações do condomínio.

Dessa forma, é de responsabilidade do síndico fazer o rateio dos custos da vistoria e da manutenção dos elevadores entre todas as unidades, de forma igual.

Como fazer a manutenção de elevadores

Sempre que for necessário fazer a manutenção de elevadores é necessário entrar em contato com uma empresa especializada no assunto.

É importante buscar informações preliminares, também, sobre a empresa, seu corpo técnico, suas credenciais e, sobretudo, se ela é legalizada.

Com essas informações, é possível identificar se a empresa é idônea e se pode prestar um serviço adequado ao seu condomínio.

A manutenção desses equipamentos deve ser sempre discutida em assembleia, especificando quantas serão as vistorias anuais.

Se caso seja necessário fazer o reparo ou troca de alguma peça – o que acaba por gerar um maior gasto -, ela pode ser entendida como obra emergencial, não necessitando da aprovação de qualquer outra instância.

Quem pode fazer manutenção em elevadores?

É fundamental que a manutenção de elevadores seja realizada por um profissional qualificado, com o acompanhamento de um engenheiro mecânico.

A vistoria desses equipamentos deve ser realizada por uma empresa qualificada, responsável por seus profissionais e, obviamente, pelo serviço por ela executado.

Dessa forma, é possível garantir que seja resguardada a segurança dos usuários do elevador, sejam eles funcionários, visitantes ou colaboradores do seu condomínio.

Conclusão

Fazer a vistoria e a manutenção de elevadores é essencial para promover a segurança de todos aqueles que utilizam esse equipamento.

Através dela, é possível identificar falhas antes que elas possam ocasionar acidentes, seja por equipamento desregulado, por peças que devem ser trocadas ou reparadas.

Para que a manutenção desses equipamentos seja realizada de forma segura e adequada, é necessário sempre estar atento à empresa contratada para que a manutenção seja feita.

As empresas que fazem a vistoria e manutenção de elevadores devem ter em seu corpo de funcionários um engenheiro mecânico, que é o profissional técnico capacitado para acompanhar todos os reparos necessários ao equipamento.

Conheça a Roche e conte com terceirização de mão de obra para o seu condomínio de qualidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *